sábado, 19 de março de 2011

Não Importa.



'' Às vezes eu desejo que não estivesse viva. Mas eu não sei como morrer. Não há nenhum botão para desligar. Não importa o quão ruim eu me sinta, meu coração não para de bater e meus olhos se abrem pela manhã ''

Nenhum comentário:

Postar um comentário